Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Leitura do acórdão de processo de Vale e Azevedo a 02 de julho

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 jun (Lusa) - A leitura do acórdão do processo em que Vale e Azevedo é acusado de apropriação de verbas do Benfica, branqueamento de capitais, falsificação de documento e abuso de confiança, foi marcada hoje para 2 de julho.

A data foi comunicada após a sessão de hoje do julgamento, que foi preenchida com a audição de uma testemunha e as alegações finais, com o Ministério Público e o advogado do Benfica a pedirem a condenação, e a advogada de Vale e Azevedo a considerar que não foi "produzida a prova suficiente para a acusação".

Luísa Cruz, advogada de Vale e Azevedo, disse que uma decisão do coletivo de juízes da 3.ª Vara Criminal de Lisboa, presidido por José Manuel Barata, "só pode ser a absolvição com a prova produzida".