Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Leite: Sindicato avança com greve a trabalho suplementar por empresas aplicarem nova legislação laboral

Lusa

  • 333

Porto, 06 ago (Lusa) -- O Sindicato dos Profissionais de Laticínios (SPL) vai avançar com uma greve ao trabalho suplementar por rejeitar que as empresas do setor apliquem o Código do Trabalho em vez do Contrato Coletivo, disse hoje o presidente daquela organização.

"O que se está a passar no setor é que as indústrias de laticínios afixaram comunicados a dizer que [em termos de] horas extras, trabalhos em dia de folga, feriados e banco de horas, não abdicam daquilo que é o Código do Trabalho (CT)", que entrou em vigor no dia 01 de agosto, afirmou à Lusa o presidente do SPL, Luís Portela, pelo que vai ser convocada uma greve para esses mesmos períodos.

Por seu lado, o presidente da Associação Nacional dos Industriais de Laticínios (ANIL), Pedro Pimentel, explicou à Lusa que há uma série de matérias que entraram em vigor com o Código do Trabalho e que "se sobrepõem àquilo que eram as disposições do Contrato Coletivo de Trabalho e isso está perfeitamente explícito no CT".