Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Leis de proteção de menores não podem permitir acordos com agressores - Luís Villas-Boas

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 jan (Lusa) -- O diretor do Refúgio Aboim Ascensão, em Faro, defende que as leis de proteção de menores não podem permitir negociar com o agressor a saída da criança de casa para uma instituição, como acontece em Portugal.

Em declarações à agência Lusa, Luís Villas-Boas deu o exemplo do que se passa em Inglaterra, onde "não há proteção a brincar, nem há crianças que se suspeitam que são maltratadas e continuam na casa".