Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lagarde quer que FMI deixe de refletir o mundo como era em 2008

Lusa

  • 333

Washington, 10 out (Lusa) -- Os EUA devem ratificar rapidamente a reforma da governação do Fundo Monetário Internacional (FMI) para que a instituição deixe de refletir o mundo como era em 2008, disse na quarta-feira a diretora-geral da instituição, Christine Lagarde.

"É verdade que [o FMI] representa a economia [mundial] como era em 2008, quando há muitas coisas que mudaram desde então, designadamente para os países emergentes", acrescentou Lagarde.

O FMI adotou em 2010 uma reforma que reforçou o peso dos países emergentes na sua estrutura, mas a entrada em vigor continua suspensa, enquanto espera pela ratificação parlamentar nos EUA, que dispõem de um veto de facto na instituição.