Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lagarde defende que não há alternativa à política de consolidação orçamental

Lusa

  • 333

Genebra, 02 mai (Lusa) -- A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, defendeu hoje que não existe alternativa à política de consolidação orçamental, quando confrontada com as manifestações de 01 de maio contra a austeridade.

Questionada sobre uma alternativa à austeridade, numa entrevista televisiva, citada pela AFP, Christine Lagarde respondeu com a pergunta "qual é a alternativa?", considerando que a política de consolidação e disciplina fiscal tem que prosseguir, mas não ao mesmo ritmo para todos os países.

A diretora-geral do FMI defendeu que é preciso ter em consideração as circunstâncias de cada país, citando o exemplo da Grécia que negociou um prolongamento do prazo para pagar aos credores.