Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Kevin-Prince Boateng considerou abandonar Itália por causa do racismo

Lusa

  • 333

Milão, 26 abr (Lusa) -- O futebolista Kevin-Prince Boateng, do AC Milan, confessou hoje que considerou abandonar a liga italiana depois dos insultos racistas que ouviu na última jornada, mas que não o fará "só por causa de quatro ou cinco idiotas".

O médio ganês, contratado pelo Milan em 2010, tem sido um dos principais alvos de cânticos racistas no futebol italiano e revelou hoje que, depois de ter voltado a ouvir os mesmos insultos no jogo da semana passada, em Turim, com a Juventus, chegou a considerar abandonar o clube.

"Sinto-me triste por saber e ouvir o que ainda se passa em Itália. Tive momentos em que pensei que não aguentava mais esta situação e estive quase a abandonar o clube. No entanto, não posso fazê-lo e não o farei só por causa de quatro ou cinco idiotas", afirmou o jogador, em entrevista ao jornal desportivo italiano La Gazzeta dello Sport.