Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Justiça: "Não há desconto" para violência doméstica entre casais do mesmo sexo -- procurador

Lusa

  • 333

Matosinhos, 05 jun (Lusa) - Um procurador da comarca de Matosinhos disse hoje que "não há desconto" para casos de violência doméstica em casais do mesmo sexo, lembrando que a direitos iguais correspondem deveres iguais.

Falando nas alegações finais do caso de uma mulher acusada de maus tratos à companheira com quem viveu, numa relação análoga ao casamento, o magistrado do Ministério Público defendeu que "não há desconto para quem andou a pedir igualdade" e depois não respeita a pessoa com quem partilha os afetos.

"A igualdade é para todos, o respeito é para todos", afirmou, em defesa do princípio "todos diferentes [na forma de ser e estar], todos iguais [perante a lei]".