Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Justiça europeia condena propostas homofóbicas do Steua de Bucareste

Lusa

  • 333

Luxemburgo, 25 abr (Lusa) - O Tribunal de Justiça da União Europeia repreendeu hoje o clube romeno Steaua de Bucareste, após tomar conhecimento das propostas homofóbicas do seu presidente, o controverso ex-eurodeputado George "Gigi" Becali.

"O Steaua de Bucareste, atual líder do campeonato romeno, não pode alhear-se das propostas discriminatórias lançadas pelo seu presidente", advertiu o tribunal europeu, depois de instado pela justiça romena a verificar se as declarações homofóbicas de "Gigi" Becali podem comprometer o clube.

Ao apelo do tribunal romeno, a justiça europeia respondeu que o clube "não pode negar a existência de factos que permitem presumir que põe em prática uma política de contratação discriminatória", designadamente ao "apoiar declarações sugerindo uma política de contratação homofóbica".