Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Justiça: Casamentos de conveniência cada vez mais investigados pelo SEF

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 set (Lusa) -- Os casamentos de conveniência têm originado cada vez mais inquéritos para investigação no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras desde que foram tipificados como crime, em 2007, e só nos primeiros seis meses deste ano houve já registo de 53.

Dados da Direção Central de Investigação, Pesquisa e Análise de Informação (DCIPAI) do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) mostram que nos primeiros seis meses deste ano deram entrada para investigação 53 inquéritos, havendo ainda 18 inquéritos conclusos e 30 arquivados que vêm de anos anteriores, para além de 35 a decorrer.

Fonte do SEF disse à agência Lusa que os casamentos de conveniência são um crime com uma dimensão crescente em termos da União Europeia e que a forma como as redes operam tem vindo a mudar.