Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Justiça: Cândida Almeida recusa "caça às bruxas" no combate à corrupção

Lusa

  • 333

Castelo de Vide, 02 set (Lusa) -- A procuradora Cândida Almeida defendeu hoje alterações legislativas "pontuais" no combate à corrupção e disse que não deve haver "caça às bruxas" nestas matérias, numa resposta a uma aluna da Universidade de Verão do PSD sobre José Sócrates.

A diretora do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), que falava na Universidade de Verão do PSD, perante uma assembleia que incluía alguns deputados, disse que "em termos legislativos", Portugal tem os "instrumentos necessários para lutar contra este tipo de criminalidade", mas acrescentou que, "pontualmente", há aspetos que deviam ser melhorados na legislação.

Um deles, disse, é a questão do 'lobby', cujas fronteiras com os crimes de tráfico de influências e de corrupção é pouco clara, considerou.