Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Justiça: Avião da TAAG retido no Porto descolou após acordo de caução - Lapas Correia

Lusa

  • 333

Porto, 20 set (Lusa) - O avião da TAAG que na quarta-feira esteve retido no aeroporto do Porto descolou "por volta das 23:45", após o acordo de uma caução de 360.000 euros, afirmou o ex-empresário que interpôs uma ação judicial contra o Estado angolano.

"O avião saiu daqui por volta das 23:45 porque foi acordada uma caução de 360.000 euros. Espero o bom senso das autoridades angolanas para definitivamente porem cobro a esta situação", afirmou Manuel Lapas Correia, em declarações à agência Lusa.

O ex-empresário acrescentou ainda que vai pedir uma indemnização no valor de 960.000 euros "por danos morais, familiares e patrimoniais", uma vez que "a situação é muito mais abrangente que o montante da penhora".