Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Junta de Freguesia em Vila Verde acusa câmara de manter loja social fechada

Lusa

  • 333

Vila Verde, 26 jul (Lusa) -- A junta de freguesia da Vila de Prado, em Vila Verde, acusou hoje o município de manter a loja social encerrada, mas a câmara social-democrata desmente e refere que os técnicos fazem serviço "proativo" nas aldeias.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o presidente da junta de freguesia da Vila de Prado, o independente Paulo Gomes, salientou que a Câmara de Vila Verde, no distrito de Braga, demonstra ter "falta de sensibilidade, respeito e resposta social" ao manter a loja social da localidade encerrada, depois de a inaugurar em dezembro de 2011.

"Ao invés de ser uma porta aberta, a loja social é uma porta fechada que nem um funcionário tem para receber a fatura da água que fica pendurado na porta", considerou Paulo Gomes.