Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Junta de Cavernães, Viseu, critica Estradas de Portugal por manter semáforos desligados

Lusa

  • 333

Viseu, 30 jan (Lusa) -- O presidente da Junta de Freguesia de Cavernães, Viseu, criticou hoje a Estradas de Portugal por manter desligados uns semáforos de limitação de velocidade na estrada em que, na terça-feira, foi atropelado mortalmente um menino de dez anos.

"Os semáforos já lá estão há quase três anos, só não foram ligados. Cheguei a questionar se seria preciso morrer ali alguém para que interviessem", disse à agência Lusa Jorge Martins.

O menino foi atropelado na terça-feira à tarde por um ligeiro de mercadorias, numa reta da Estrada Nacional (EN) 229, que liga Viseu ao Sátão, quando atravessava esta via para ir para casa, depois de ter saído do autocarro escolar.