Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Junta de Ansiães, Amarante, alerta para prejuízos da paragem do túnel do Marão

Lusa

  • 333

Amarante, 19 jun (Lusa) - O presidente da Junta de Ansiães, Amarante, onde começa o túnel do Marão, disse hoje à Lusa que a paragem nas obras tem provocado prejuízos, sobretudo o assoreamento de terra em estradas e caminhos.

Armando Carvalho salienta que é nos dias com chuva mais intensa que a situação mais se complica no lugar do Casal, o mais próximo da entrada do túnel, com assoreamento de terra e pedras.

"Nós temos andado a limpar os caminhos", contou, sublinhando que a paragem nas obras, ocorrida há cerca de dois anos, tem sido "uma situação muito negativa para a freguesia".