Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Julia Gillard defende decisão de deixar corpos de imigrantes nas águas da ilha de Natal

Lusa

  • 333

Sydney, Austrália, 11 jun (Lusa) -- A chefe do Governo da Austrália, Julia Gillard, defendeu a decisão do seu Governo em deixar os corpos de imigrantes ilegais nas águas da costa da ilha de Natal depois do naufrágio de um barco com cerca de 55 pessoas a bordo.

Depois de três dias de buscas por ar e por mar à procura de sobreviventes, as autoridades suspenderam as operações depois de não terem encontrado nenhuma pessoa viva.

Durante as buscas, aviões australianos localizaram cerca de 13 corpos, mas não resgataram nenhum enquanto decorriam as buscas por sobreviventes.