Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Julgamento de tentativa de burla de 700 milhões de dólares no Funchal adiado para setembro

Lusa

  • 333

Funchal, 08 abr (Lusa) -- O julgamento de uma tentativa de burla e contrafação de moeda, no valor de 700 milhões de dólares, previsto iniciar hoje no Funchal, foi adiado para setembro dado os arguidos não estarem devidamente notificados.

"Uma vez que os arguidos não se mostram regularmente notificados na data designada para a audiência de julgamento, dou sem efeito e designo para 30 de setembro às 09:30 (...) e não antes de modo a tentar assegurar a notificação dos arguidos", anunciou a presidente do tribunal coletivo, a juíza Micaela Sousa, das Varas de Competência Mista do Funchal, que ordenou que a notificação seja feita para as moradas constantes nos termos de identidade e residência por carta registada com aviso de receção.

Os arguidos, seis cidadãos estrangeiros, estão acusados de três crimes de burla qualificada na forma tentada e um crime de contrafação de moeda no valor de 700 milhões de dólares americanos, alegadamente cometidos em 2004.