Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Juiz filipino decreta detenção de antiga presidente Gloria Arroyo

Lusa

  • 333

Manila, 04 out (Lusa) -- O Tribunal Anti-corrupção das Filipinas emitiu hoje uma nova ordem de detenção contra a ex-presidente Gloria Macapagal Arroyo por alegada fraude, a que se somam outros casos de corrupção que tem pendentes na Justiça.

O juiz Efren Dela Cruz ordenou também a detenção de nove dos seus antigos colaboradores pelo alegado furto de 500 milhões de pesos (cerca de 5,5 milhões de euros) de uma organização de beneficência controlada pelo Governo, revelou o diário "The Inquirer".

Apesar dos processos pendentes na Justiça e de uma doença que a colocou numa cadeira de rodas durante meses, Gloria Arroyo, que dirigiu o país entre 2001 e 2010 continua ativa na política como deputada e pretende revalidar o mandato nas próximas eleições.