Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Judiciária detém 15 pessoas por burlar Segurança Social em 3ME

Lusa

  • 333

Porto, 18 jun (Lusa) -- Um grupo de 15 pessoas foi detido pela Judiciária por alegadamente burlar em mais de três milhões de euros a Segurança Social, recorrendo a elementos falseados para obter subsídios de desemprego, de doença e pensões de reforma.

Dos 15 suspeitos agora detidos - sendo 11 homens e quatro mulheres -, com idades compreendidas entre os 22 e os 60 anos, está também "um funcionário da Segurança Social", revela a Polícia Judiciária, num comunicado enviado hoje à comunicação social.

O grupo atuava de "forma organizada e concertada" e a prática das "sucessivas burlas tributárias à Segurança Social", ultrapassou o montante de "três milhões de euros", acrescenta a mesma nota de imprensa.