Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Judice quer rever Constituição para promover o despedimento coletivo da Administração Pública

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 out (Lusa) -- O antigo bastonário da Ordem dos Advogados, José Miguel Júdice, defendeu hoje uma revisão da Constituição para permitir despedimentos coletivos no Estado, explicando que a reforma do Estado é "a condição" para um modelo alternativo.

"Um Estado falido tem de tomar medidas de uma empresa falida", adiantou à Lusa José Miguel Júdice, à margem de um encontro da sociedade PLMJ realizado hoje em Lisboa sobre as alterações fiscais previstas na proposta de Orçamento de Estado para o próximo ano.

O antigo bastonário defende uma alteração do paradigma do Estado em Portugal: "O Estado tem de fazer menos no que faz e deixar fazer muito do que faz", explicando que deveria haver uma concentração nas tarefas que são "verdadeiramente" importantes.