Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

José Luís Arnaut rejeita favorecimento e acusa BE de "insinuação infundada e mentirosa"

Lusa

  • 333

Redação, 23 nov (Lusa) -- O dirigente do PSD José Luís Arnaut rejeitou hoje as acusações de favorecimento feitas pelo Bloco de Esquerda em relação às privatizações da TAP e da ANA e classificou a insinuação de "infundada e mentirosa".

"A TAP e a ANA são processos independentes com advogados e consultoras independentes e o escritório de que sou sócio não é o advogado do Estado no processo de privatização da TAP nem da ANA", disse à Lusa José Luís Arnaut.

O coordenador do Bloco de Esquerda João Semedo disse num debate em Coimbra que o Executivo liderado por Pedro Passos Coelho é "um Governo de facilidades e distribuição de benefícios aos seus amigos", utilizando o caso de José Luís Arnaut, cuja sociedade de advogados à qual pertence passou a assessorar "uma empresa internacional chamada Vinci, que é a primeira classificada" para a privatização da ANA - Aeroportos de Portugal, para além de ser a assessora da administração da TAP no respetivo processo.