Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jornalista chinês denuncia corrupção numa carta aberta ao partido do Governo

Lusa

  • 333

Pequim, 17 jul (Lusa) - Um jornalista da agência de notícias oficial chinesa Xinhua enviou hoje uma carta aberta ao partido no poder denunciando o presidente da empresa estatal China Resources por "corrupção envolvendo um enorme montante", garantindo ter provas de suborno.

As alegações foram feitas através de uma carta enviada ao comité disciplinar do partido no poder, mas horas depois da denúncia o site do jornalista onde estava publicada a informação foi bloqueado e a notícia da Xinhua sobre este assunto foi também retirada.

Em causa está a acusação feita pelo jornalista ao 'chairman' da China Resources Holdings, Song Lin, de ter perdido centenas de milhões de euros num negócios de compra de ativos de outra empresa: "Song Lin e outros diretores que participaram na aquisição negligenciaram o seu dever e são suspeitos de suborno envolvendo corrupção com um enorme montante", disse o jornalista.