Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jorge Sampaio apela a solidariedade e participação cívica na democracia europeia

Lusa

  • 333

Estoril, Cascais, 03 mai (Lusa) - O ex-Presidente da República Jorge Sampaio apontou hoje como "problemas que afetam a democracia" europeia o desemprego, a falta de solidariedade e cooperação, a elevada abstenção e a influência da Comunicação Social, apelando à participação cívica.

No último dia das Conferências do Estoril, Jorge Sampaio lançou, sob o tema "Globalização e Desafios para a Democracia", os cinco principais " problemas" que o preocupam nos dias de hoje na Europa: o elevado desemprego, a falta de solidariedade nas sociedades, a contínua abstenção no momento de escolher os líderes políticos, o poder dos meios de comunicação ao impor opiniões às pessoas e, por fim, o tipo de governação, que continua sem ter grande participação dos cidadãos.

"Se pensarmos no desemprego e, claro, no desemprego jovem devemos perguntar que tipo de democracia é que se está a falar, que tipo de Europa é esta que não faz nada para travar este problema?", questionou Jorge Sampaio, sublinhando que este flagelo atingiu proporções "dramáticas".