Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Jogos não são decisivos, mas são para ganhar" - Humberto Coelho

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 mar (Lusa) - O vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) Humberto Coelho considerou hoje que os dois próximos jogos de Portugal com Israel e Azerbaijão, de apuramento para o Mundial2014, "não são decisivos" mas "são para ganhar".

"Decisivos não são, são jogos para ganhar. Sabemos que os jogos não vão ser fáceis, vão ser difíceis, imprevisíveis. Estas equipas que teoricamente são mais fáceis, não se sabe bem [o que podem fazer], são capazes do muito bom, bom e mau", disse Humberto Coelho, que falava aos jornalistas no Aeroporto de Lisboa, antes da partida da seleção para Telavive, Israel.

Para o responsável federativo, Portugal ainda tem hipóteses de ser primeiro do grupo de apuramento, apesar de ter de contar com os adversários, e lembra que a equipa das "quinas" está determinada em bater-se pela liderança e ganhar os jogos que faltam.