Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

João Fernandes abandona Serralves e deseja que o projeto ganhe "novas ambições"

Lusa

  • 333

Porto, 10 dez (Lusa) -- João Fernandes, diretor de Serralves, abandona o museu no final de dezembro e diz esperar que a instituição, possuidora de uma das mais importantes coleções de arte contemporânea, assuma a crise com "uma mudança de ambições e de expectativas".

"Por vezes, a melhor altura para deixar uma instituição é precisamente na altura em que o facto de a deixarmos confronta a instituição com a necessidade de novas ambições, de manter uma grande atividade", afirmou, em entrevista à Lusa, João Fernandes, que no próximo ano vai ocupar o lugar de subdiretor do Museu Reina Sofia, em Madrid.

Para João Fernandes, "uma mudança de direção e de protagonistas, ajuda uma instituição a revivificar-se" e é essa a sua expectativa em relação a Serralves.