Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

João Botelho adapta "Os Maias", "romance imenso e atual" em tempo de cinismo

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 out (Lusa) - O realizador João Botelho inicia na segunda-feira a rodagem de "Os Maias", "romance imenso e desmedido" de Eça de Queirós, um projeto que demorou dois anos a concretizar, num tempo em que "está tudo péssimo no cinema português".

Numa conferência de imprensa hoje em Lisboa, para apresentar o projeto, o produtor Alexandre Oliveira explicou que "Os Maias - (Alguns) episódios da vida romântica" é um filme "bastante ambicioso", que será feito com um orçamento de 1,5 milhões de euros.

João Botelho demorou dois anos para por de pé este projeto, do ponto de vista financeiro, transpondo para cinema o texto original de Eça de Queirós, "um romance muito atual", cheio de camadas, política, sociológica e "de intriga, muito radical".