Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jerónimo de Sousa critica "novo programa de terrorismo social" do Governo

Lusa

  • 333

Porto, 04 mai (Lusa) -- O secretário-geral do PCP classificou hoje como "um novo programa de terrorismo social" as novas medidas de austeridade e defendeu "uma outra política" que é "inseparável da demissão do Governo e da realização de eleições antecipadas".

"O país precisa de uma outra política que ponha fim à recessão e ao declínio económico, à injustiça, ao empobrecimento e ao rumo de afundamento nacional, e que é inseparável da demissão do Governo e da realização de eleições antecipadas", afirmou Jerónimo de Sousa, no Porto, durante o seu discurso na conferência "Álvaro Cunhal -- A organização e a luta dos trabalhadores".

Segundo o secretário-geral do PCP, "o conjunto de medidas devastadoras" anunciadas na sexta-feira pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, "ao contrário do que se quer fazer crer, não são dirigidas especificamente aos trabalhadores da administração pública e a todos os reformados".