Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jardim diz que "o que se passa em Portugal já é demais" e defende mudança

Lusa

  • 333

Calheta, Madeira 15 nov (Lusa) - O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, afirmou hoje "o que se passa em Portugal já é demais" e defendeu a necessidade de uma mudança, criticando também a greve geral de quarta-feira.

"O que se passa em Portugal já é demais. Está na altura de ser mudado, se não for pela via constitucional, pela via que os portugueses democraticamente decidam", disse Jardim, na inauguração dos parques fotovoltaicos do Loiral e do Paúl da Serra, no concelho da Calheta.

"Não podemos estar numa situação de fazer sacrifícios todos de uma maneira que é terrível, principalmente para os mais desfavorecidos, e deixar que, por exemplo, greves sucessivas no setor dos transportes, que andam não sei há quanto tempo a se realizar neste país, sem que intervenha a autoridade democrática do Estado, andem a comer todo esforço que os portugueses estão diariamente a fazer para reequilibrar a situação financeira", argumentou o governante madeirense.