Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Japão reforça vigilância após "invasão" do espaço aéreo pela China

Lusa

  • 333

Tóquio, 14 dez (Lusa) -- O Japão anunciou hoje que pretende reforçar a vigilância, um dia depois de um avião de patrulha marítima chinesa ter violado "pela primeira vez" o que Tóquio considera ser o seu espaço aéreo no sudoeste do arquipélago.

"Tomaremos todas as medidas possíveis em prol da defesa do nosso espaço aéreo", disse o ministro porta-voz do Governo, Osamu Fujimura, em declarações citadas pela agência Kyodo e reproduzidas pela Efe.

Fujimura realçou que o Ministério da Defesa nipónico planeia realizar "operações mais efetivas", depois de, na quinta-feira, um avião de vigilância chinês ter sobrevoado as ilhas disputadas no Mar da China Oriental, levando Tóquio a mobilizar oito caças F-15 para o local.