Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Japão "recupera" Makoto Taki como ministro da Justiça

Lusa

  • 333

Tóquio, 24 out (Lusa) -- Makoto Taki vai ser nomeado novamente ministro da Justiça do Japão, menos de um mês depois de ter sido substituído por Keishu Tanaka, que se demitiu, esta terça-feira, por causa de antigas ligações à máfia nipónica, revelou hoje o governo.

Keishu Tanaka, 74 anos, desempenhava também o cargo de ministro de Estado, estando encarregado do processo relativo ao sequestro de cidadãos japoneses pela Coreia do Norte na década de 1970 e 1980, uma função que será ocupada, a partir de agora, pelo ministro porta-voz, Osamu Fujimura, segundo confirmou o próprio, em declarações citadas pela agência Kyodo.

Fujimura explicou que a designação de Makoto Taki foi uma aposta do primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, que decidiu voltar a confiar nele, apesar de este ter dado provas de querer abandonar o cargo na sua etapa final como ministro.