Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Japão diz que não detetou presença "significativa" de caças chineses na zona de identificação

Lusa

  • 333

Tóquio, 30 nov (Lusa) -- As autoridades japonesas anunciaram hoje não ter detetado uma presença "significativa" de aviões chineses na nova zona de identificação de defesa aérea anunciada há uma semana por Pequim e que inclui as ilhas Senkaku/Diaoyu, disputadas por Pequim e Tóquio.

"Não foram detetados movimentos de aviões chineses que possamos classificar como significativos, tais como um caça que se tenha aproximado da zona de forma rápida", disse o ministro japonês da Defesa, Itsunori Onodera, em declarações à agência Kyodo.

O exército chinês tinha revelado o envio de dois caças da sua Força Aérea para a zona para vigiar a nova zona de defesa aérea onde aviões dos Estados Unidos e do Japão têm sobrevoado a região sem avisar previamente Pequim.