Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Islamitas e opositores assinam acordo para sair de crise política

Lusa

  • 333

Tunes, 05 Out (Lusa) -- O partido islamita Ennahda, que lidera o governo tunisino, comprometeu-se hoje a deixar o poder até ao fim de outubro, através de um acordo com a oposição que visa resolver um impasse político que dura há meses.

O documento que resultou das negociações, escrito por quatro mediadores da crise política, prevê a designação, até final da próxima semana, de um primeiro-ministro independente que terá duas semanas para formar o seu gabinete, enquanto o governo de Ennahda se deve demitir.

A assinatura deste texto foi contestada até ao final, atrasando a cerimónia de hoje, mas o líder do Ennahda, Rached Ghannouchi, e os dirigentes da oposição assinaram-no perante a imprensa e a classe política.