Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Islamitas comprometem-se a não ceder o poder na Tunísia

Lusa

  • 333

Tunes, 16 fev (Lusa) - O líder do partido islamita tunisino Ennahda comprometeu-se hoje a não ceder o poder, perante cerca de 15 mil apoiantes reunidos em Tunes, num momento em que o país vive a pior crise política desde a revolução.

"O Ennahda comporta-se bem" e "nunca irá ceder o poder enquanto beneficiar da confiança do povo e da legitimidade das urnas", afirmou o líder do partido Rached Ghannouchi, citado pela AFP, no final de uma manifestação de apoiantes do partido no centro da capital tunisina.

Rached Ghannouchi sustentou que o Ennahda foi vítima de "uma série de 'complots'" desde a sua chegada ao poder em dezembro de 2011, que culminaram na "proposta de formação de um governo de tecnocratas (...), o que equivale a um golpe de Estado contra o governo eleito".