Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Isaltino Morais apresenta última reclamação na Relação para evitar prisão de dois anos

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 fev (Lusa) - O presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, apresentou na Relação uma reclamação, a última diligência para evitar o trânsito em julgado da prisão efetiva de dois anos, disse hoje à agência Lusa uma fonte judicial.

Na reclamação, distribuída à 5.ª Secção do Tribunal da Relação de Lisboa, ainda sem data marcada para a decisão, a defesa de Isaltino Morais pretende a revogação de decisão daquela instância, que lhe foi desfavorável a 29 de janeiro, relacionada com a prescrição de crimes de fraude fiscal alegadamente cometidos em 2000 e 2001.

O autarca, que referiu nunca ter sido notificado pelas Finanças por causa de dívidas fiscais, alegou a prescrição dos crimes que lhe são imputados, mas tanto o Tribunal de Oeiras como a Relação de Lisboa recusaram a pretensão de Isaltino Morais.