Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Irmão de vereadora da Câmara do Porto distancia-a de negócios privados da família

Lusa

  • 333

Vila Nova de Gaia, 02 out (Lusa) - Um irmão da vereadora da Câmara do Porto Guilhermina Rego distanciou-a hoje, no tribunal de Gaia, da gestão dos negócios de família que estão a ser escrutinados judicialmente por suspeita de fraude fiscal.

"Os negócios eram feitos comigo e com a minha irmã Maria da Glória", disse António Silva Rego, num depoimento perante o coletivo de juízes da 1.ª Vara Mista da Comarca de Gaia.

Sobre o cerne da questão, António Rego - que foi o único arguido a falar na audiência da manhã da primeira sessão de julgamento - considerou "completamente falsa" a acusação de envolvimento da família e das suas empresas sucateiras num esquema de faturas falsas, contrariando assim a tese do Ministério Público.