Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Investigadores russos anunciam recorde de mergulho numa das regiões mais frias do mundo

Lusa

  • 333

Moscovo, 06 fev (Lusa) - Investigadores russos anunciaram hoje terem estabelecido um recorde ao realizarem um mergulho no lago Labynkyr, na época mais fria do ano de uma das regiões mais frias do mundo, no extremo nordeste da Sibéria.

O mergulho, com escafandro autónomo, de cerca de 23 minutos, foi realizado por uma equipa de 10 elementos com temperaturas exteriores de cerca de 45 graus celsius negativos e com a temperatura da água nos dois graus celsius, anunciaram em comunicado as autoridades da região da Iakutia, citadas pela televisão pública russa.

"Foi estabelecido um recorde mundial. Pela primeira vez na história, o homem mergulhou no lugar mais rude do planeta, na época mais fria do ano", diz o comunicado.