Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Investigadores japoneses desenvolveram tecido catilaginoso a partir de pele humana

Lusa

  • 333

Tóquio, 17 out (Lusa) -- Um grupo de investigadores japoneses conseguiu desenvolver tecido cartilaginoso a partir de pele humana e por implantação de genes, um método mais rápido comparativamente à utilização de células-mães artificiais, revelou hoje a agência Kyodo.

A equipa da Universidade de Kioto utilizou o denominado método de reprogramação celular direto, que não utiliza células pluripotentes induzidas (iPS) e através do qual são implantados genes em células da pele para produzir diretamente um tipo de célula diferente.

O processo de geração de novos tecidos com células iPS ou outro tipo de células-mães, é mais demorado que a nova fórmula.