Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Investigador que admitiu "fortes indícios de corrupção" no processo da TDT acusa PT de intimidação e censura

Lusa

  • 333

Braga, 16 nov (Lusa) - O investigador da Universidade do Minho Sergio Denicoli acusou na quinta-feira a Portugal Telecom de "tentativa de intimidação" e "censura de pensamento", com a ameaça de processo judicial por causa da sua tese de doutoramento sobre a TDT.

"Considero que [a ameaça de processo judicial] foi uma tentativa de intimidação e de censura a um trabalho académico legítimo, que traz à tona um debate interessante para a sociedade, que movimenta e toca interesses, inclusive económicos", disse à Lusa Sergio Denicoli.

Segundo o investigador, "há fortes indícios de corrupção" no processo, com a alegada "captura" do regulador (Anacom) pela Portugal Telecom (PT).