Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Investigador da Universidade de Évora ruma à Antártida para estudar "permafrost"

Lusa

  • 333

Évora, 26 jan (Lusa) -- Um investigador da Universidade de Évora ruma hoje à Antártida para analisar a evolução do "permafrost", camada de solo ou rocha que se mantém gelada pelo menos dois anos consecutivos, num estudo relacionado com as alterações climáticas.

"O que vou fazer agora é uma continuação de trabalhos que começaram em 2009, o ano em que entrei para estes estudos ligados à Antártida", explicou hoje agência Lusa António Correia, docente do departamento de Física da Universidade de Évora.

Esta é a quarta missão antártica do investigador do Centro de Geofísica de Évora (CGE), que viaja hoje à tarde num grupo com outros dois colegas, da Universidade de Lisboa, no âmbito do Programa Propolar (Programa Polar Português).