Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Instituto da Vinha considera aceitável descida da taxa de alcoolemia para novo condutores

Lusa

  • 333

Alcobaça, 11 out (Lusa) -- O presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Frederico Falcão, considera aceitável a descida do limite da taxa de alcoolemia para os novos condutores, que, acredita, não tem impactos preocupantes no consumo de vinho.

"Neste setor não vemos com preocupação que haja uma redução da taxa de alcoolemia para jovens encartados, até porque infelizmente as faixas etárias mais jovens consomem pouco vinho e optam por bebidas de maior teor alcoólico, que não trazem benefícios nenhum para a saúde", disse hoje à Lusa Frederico Falcão, em Alcobaça.

A redução da taxa limite de alcoolemia é uma das medidas que, segundo a edição de hoje do Diário de Notícias, o Ministério da Administração Interna pretende aprovar em Conselho de Ministros, no âmbito de alterações ao Código da Estrada, com vista a reduzir a sinistralidade nas estradas antes do final do ano.