Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Instituição financeira pública terá "vocação grossista" e não será concorrente da banca -- Pires de Lima

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 nov (Lusa) - O Ministro da Economia, António Pires de Lima, assegurou hoje que a nova instituição financeira pública a ser criada terá "uma vocação grossista", sem entrar em concorrência com a banca, mas complementando a atuação desta.

"É uma instituição financeira, de vocação grossista e teremos de aguardar mais uns dias para compreender a dimensão deste modelo", referindo que a sede efetiva do novo banco será no Porto, afirmou Pires de Lima.

No entanto, garantiu o ministro, a nova instituição, "não vai entrar em registo de concorrência com a banca, mas sim complementar a atuação da banca e ser um instrumento anticíclico dirigido ao financiamento e capitalização das pequenas e médias empresas (PME)".