Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inspeção suspende Clínica do Bosque por falta de condições higiossanitárias

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 jun (Lusa) - A Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) suspendeu hoje a atividade da Clínica do Bosque, Amadora, por não estarem reunidos os requisitos legais para o seu funcionamento nem as condições mínimas higiossanitárias, segundo fonte do Ministério da Saúde.

A suspensão da atividade desta clínica, uma unidade de saúde privada que se disponibilizava para fazer abortos, apesar de não estar para isso autorizada, resultou de uma ação de fiscalização que se realizou hoje, conjuntamente com a autoridade de saúde da Amadora.

A mesma fonte revelou à agência Lusa que naquela clínica estavam a ser desenvolvidas atividades de elevado risco para a saúde pública, sem as condições mínimas higiossanitárias.