Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inspeção cabo-verdiana reitera violação da lei pela Vatel

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 27 mai (Lusa) - O Inspetor-Geral das Atividades Económicas (IGAE) de Cabo Verde reafirmou que a marca portuguesa Vatel viola a lei cabo-verdiana que regula a produção, compra e venda de sal iodado, considerando "pura patetaria" as alegações da empresa lusa.

Vlademir Silva, em declarações hoje publicadas na edição "online" do jornal A Semana, garantiu que, além dos testes feitos no país, a IGAE está à espera de mais análises da Alemanha para ter o maior número de comprovativos da ilegalidade para o caso de ser necessário disputar a questão em tribunal.

A polémica foi desencadeada a 06 deste mês, quando a IGAE retirou do mercado cabo-verdiano mais de 200 quilogramas de sal de mesa da marca Vatel sem iodo, alegando que a venda do "produto impróprio" é uma infração à economia e à saúde públicas no arquipélago.