Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/Swap: MP conclui que documentos que implicavam Pais Jorge não foram manipulados

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 nov (Lusa) -- O Ministério Público (MP) concluiu que não foram adulterados pela imprensa os documentos que implicavam o Citigroup e o ex-secretário de Estado Pais Jorge na tentativa de venda de 'swap' ao Governo de Sócrates, para disfarçar o défice.

"O Ministério Público determinou o arquivamento do inquérito originado por participação da senhora ministra das Finanças tendo por objeto uma eventual desconformidade entre os documentos apresentados em reportagens televisivas da SIC, designadamente a do jornal da noite de 05 de agosto de 2013 e os documentos oficiais", lê-se na nota de imprensa da Procuradoria-Geral da República.

Segundo a Justiça, após a investigação, "não resultam indícios de que o documento exibido pela SIC tenha sido adulterado ou modificado, tendo em conta a confirmação dos factos e a existência de vários documentos de trabalho com características próprias".