Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/swap: Bancos fizeram desconto de 78,1 ME ao Estado para cancelar 'swap'

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 nov (Lusa) -- Os bancos que negociaram com o Estado o cancelamento de 'swap' que tinham com empresas públicas fizeram um desconto efetivo de 78,1 milhões de euros, cerca de 5,7% das perdas potenciais estimadas.

O Bloco de Esquerda pediu ao presidente do IGCP -- Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, João Moreira Rato, que enviasse ao Parlamento o valor efetivo de poupança feita pelos bancos, descontando as reservas que estes poderiam libertar com o fecho dessas posições.

O documento, a que a Agência Lusa teve acesso, demonstra que o desconto realmente feito pelos bancos excluindo essas reservas (ou seja, o valor que realmente perdem face às perdas potenciais estimadas) -- no caso dos bancos considerados problemáticos, que envolveram negociações para um efetivo desconto -- foi de 78.079.407, quando o Governo dizia que estes eram equivalentes a cerca de 500 milhões de euros anunciados pelo Governo, ou mais de 30% do total.