Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/PPP: Regociação de seis contratos pouparam 1.800 milhões de euros - Costa Pina

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 fev (Lusa) - O antigo secretário de Estado do Tesouro Carlos Costa Pina defendeu hoje no parlamento que a renegociação de seis concessões rodoviárias nos governos de José Sócrates permitiu uma poupança para o Estado de 1.800 milhões de euros.

Na comissão parlamentar de inquérito às parcerias público-privadas (PPP), o antigo governante defendeu que a negociação em 2010 dos contratos da Concessão Norte, Grande Lisboa, Costa da Prata, Beiras Litoral e Alta, Grande Porto e Norte Litoral resultou num benefício líquido para o Estado de 1.800 milhões de euros, valor que foi contestado pelos deputados do PSD e do CSD-PP.

O deputado do CDS-PP Altino Bessa chegou a acusar Costa Pina de "manipular os números", ao referir relatórios que dão conta de valores distintos para a concessão Grande Lisboa, considerando "estar em falta 360 milhões de euros nos encargos para o Estado".