Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/PPP: Paulo Campos diz estar a ser "vítima do combate político"

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 jan (Lusa) - O antigo secretário de Estado das Obras Públicas Paulo Campos defendeu hoje que a renegociação do contrato da Brisa, enquanto estava no Governo, foi favorável ao Estado, considerando que está a ser vítima "do combate político".

Na comissão de inquérito parlamentar às Parcerias Público-Privadas (PPP), o antigo governante, do Governo de José Sócrates, defendeu que está a ser "vítima do combate político" no que se refere ao debate sobre a renegociação do contrato da concessão Brisa, celebrado em dezembro de 2008.

Na sua intervenção, Paulo Campos explicou as negociações levadas a cabo entre o Estado e Brisa, com intermediação da Caixa - Banco de Investimento, realçando que "o Estado teve um benefício mensurável imediato de mais de 500 mil euros", além da Brisa ter assumido riscos adicionais, que "no passado geraram grandes desequilíbrios".