Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/BPN: Presidente da CGD admite lapso de Teixeira dos Santos sobre vencimento dos administradores

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 jun (Lusa) - A remuneração adicional concedida aos gestores da CGD que acumularam cargos no BPN foi decidida pelas Finanças, ao contrário do que disse Teixeira dos Santos, pelo que Faria de Oliveira justifica a resposta do ex-ministro como um lapso.

Faria de Oliveira foi confrontado com a questão lançada pelo deputado do CDS-PP, João Almeida, sobre as recentes declarações do ex-ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, na comissão de inquérito, em que o antigo governante afirmou que a questão do vencimento suplementar da administração nomeada pela CGD para o BPN não foi decidida pelo Ministério, mas sim exclusiva da administração da CGD.

"Se ele disse isso, ou não se lembrou ou não sabia. Pode ter sido uma responsabilidade do senhor secretário de Estado do Tesouro e das Finanças. É a única explicação que encontro", respondeu Faria de Oliveira.