Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/BPN: Nacionalização foi "útil" para a transparência e investigação criminal - Norberto Rosa

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 jun (Lusa) - O ex-administrador do Banco Português de Negócios (BPN) Norberto Rosa defendeu hoje que a nacionalização do banco foi "útil" no sentido de se tornarem transparentes as imparidades e de dar mais informação às autoridades de investigação criminal.

Norberto Rosa falava na comissão parlamentar de inquérito sobre o BPN, depois de a deputada do PS Ana Catarina Mendes o ter questionado se tinha viabilidade o plano de recuperação do banco apresentado em 2008 pela administração liderada e se a nacionalização constituiu ou não a melhor solução.

De acordo com o atual administrador da Caixa Geral de Depósitos (CGD), "as contas do BPN estavam erradas", porque "já em 2006, dois anos antes da nacionalização, havia capitais próprios negativos de cerca de 1300 milhões de euros".