Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/BPN: Ex-administrador do banco garante autenticidade da coleção de quadros Miró

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 jun (Lusa) - O antigo administrador do BPN, José Lourenço Soares, garantiu hoje no Parlamento que os 85 quadros do pintor catalão Joan Miró que estão na posse do banco são autênticos, explicando que só não são vendidos porque juridicamente pertencem a 'offshores'.

"Os quadros do ponto de vista artístico e de qualidade são fracotes, mas todos têm um certificado de autenticidade", afirmou Lourenço Soares no decorrer da comissão de inquérito parlamentar ao BPN, motivando várias gargalhadas entre os deputados.

Honório Novo, deputado do PCP, que questionava o antigo administrador do BPN, retorquiu que os quadros em causa "podem ser feios, mas sendo Miró valem dinheiro", provocando mais um momento de boa disposição na sala onde decorrem os trabalhos.