Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/BPN: Abdul Vakil insiste que foi o primeiro a pedir intervenção da justiça

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 jul (Lusa) - O ex-presidente do BPN Abdul Vakil insistiu hoje que foi o primeiro a solicitar a intervenção das autoridades judiciais para investigar suspeitas de crime na gestão do banco no período liderado por Oliveira e Costa.

Esta posição foi assumida por Abdul Vakil, fundador do Efisa e presidente do Banco Português de Negócios (BPN) entre fevereiro e junho de 2008, na comissão parlamentar de inquérito sobre a nacionalização e reprivatização do BPN.

Abdul Vakil contrariou a tese do ex-ministro das Finanças Miguel Cadilhe, que passou a liderar o BPN a partir de junho de 2008 e que, perante a comissão de inquérito, garantiu que foi só com a sua administração que as suspeitas de crime foram comunicadas ao Ministério Público.